Projetos de Infraestrutura e Estratégia Nacional de Disseminação BIM

A plataforma de trabalho BIM une todos os itens necessários para um bom projeto de engenharia. Entende-se o BIM, ou Modelagem da Informação da Construção, como o conjunto de tecnologias e processos integrados que permite a criação, a utilização e a atualização de modelos digitais de uma construção, de modo colaborativo, de forma a servir a todos os participantes do empreendimento, potencialmente durante todo o ciclo de vida da construção.

A aplicação do BIM resulta em uma interoperabilidade entre as disciplinas, já que todos trabalham em uma única plataforma colaborativa, o que traz maior assertividade ao projeto e otimiza a velocidade de entrega.

Muitas empresas de engenharia estão se aprimorando para fazer um uso mais amplo do BIM e ter vantagens nas capacidades que o BIM oferece. O mais imediato dos benefícios para projeto de estradas, é que eles são elaborados com maior eficiência e produtividade que os desenvolvidos nos métodos tradicionais. Como a documentação de projetos é dinamicamente vinculada, o tempo necessário para estudar alternativas, realizar mudanças nos projetos e produzir documentação de construção é reduzido significativamente. Isto é particularmente importante no caso de alterações, pois pode diminuir o tempo de contrato, resultando em uma entrega mais rápida e eficiente.

As capacidades do BIM têm se tornado cada vez mais relevantes para empresas de engenharia e projeto, responsáveis por projetos e execuções de rodovias e outros segmentos do mercado de infraestrutura.

Além da eficiência e produtividade, o BIM facilita a otimização dos projetos ao incluir uma melhor visualização, simulação e análises como uma parte integrante do processo.

 

Estratégia Nacional de Disseminação BIM

Tendo em vista o atual cenário mundial da Construção Civil nacional, com o DECRETO Nº 9.377, DE 17 DE MAIO DE 2018 publicado pelo ex-Presidente da República, Michel Temer, tem como objetivo fomentar a utilização do BIM por parte das empresas de engenharia e projetistas, estimulando o seu uso através de diversas iniciativas, sendo elas:

  • Difundir o BIM e seus benefícios;
  • Coordenar a estruturação do setor público para a adoção do BIM;
  • Criar condições favoráveis para o investimento, público e privado, em BIM;
  • Estimular a capacitação em BIM;
  • Propor atos normativos que estabeleçam parâmetros para as compras e as contratações públicas com uso do BIM;
  • Desenvolver normas técnicas, guias e protocolos específicos para adoção do BIM;
  • Desenvolver a Plataforma e a Biblioteca Nacional BIM;
  • Estimular o desenvolvimento e aplicação de novas tecnologias relacionadas ao BIM; e
  • Incentivar a concorrência no mercado por meio de padrões neutros de interoperabilidade BIM.

As datas já previstas para as mudanças tendo em vista a indução pelo governo federal são as seguintes:

  • 2018 – 2021: Estruturar o Governo para adoção do BIM nos Programas Piloto;
  • 2021 – 2024: Adotar BIM em projetos dos Programas Piloto;
  • 2024 – 2028: Adotar o BIM em projetos e obras e incluir novos programas;
  • 2028: Ter o BIM amplamente disseminado para contratação das obras públicas.

Desta forma, pode-se concluir que o BIM já é uma realidade no país, com tendência de crescimento contínuo e exponencial.

 

Fonte: Decreto n. 9.377, de 17 de maio de 2018. Institui a Estratégia Nacional de Disseminação do Building Information Modelling. MICHEL TEMER, Marcos Jorge. Diário Oficial da União. Seção 1 de 18 de maio de 2018.

 

Informações adicionais

Para mais informações e inscrição, entre em contato conosco: (11) 3224-1900, (11) 97303-7929 (whatsapp) ou contato@ff.solutions. Acompanhe também nossa página no Facebook.

Você sabia que somos Centro de Treinamento Autorizado (ATC®) da Autodesk? Confira nossa agenda de eventos e treinamentos!

 

Leia mais

[Artigo] Frazillio & Ferroni participa do Autodesk Brazil Channel Summit 2019 →

[Artigo] Turmas abertas: Treinamento InfraWorks →

[Artigo] Turmas abertas: Treinamento AutoCAD Civil 3D →

[Artigo] Turmas abertas: Treinamento Fluxo BIM para Infraestrutura →

Marcia Lorena Almeida

Graduanda em Engenharia Civil na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Trabalha com softwares BIM como Civil 3D, InfraWorks, ReCap Photo e BIM 360. Já participou de processos de implementação BIM com treinamentos para concessionárias rodoviárias. Participa de comitês para disseminação do BIM no âmbito acadêmico. Na equipe técnica da Frazillio & Ferroni, tem sido responsável por workshops BIM para Infraestrutura em grandes empresas.